Tempos difíceis

Vivemos em uma época, em que os acontecimentos são incessantes e em quantidade assombrosa, que não dá para se concentrar em um, pois já vem o outro, e assim a pessoa se sente perdida e atônita com  tantas noticias e tantos fatos que as vezes sufoca .

Por exemplo: as leis, são criadas em quantidade considerável, que é impossível acompanhar ou se informar quantas foram criadas, e qual a sua finalidade. E isso as vezes é prejudicial ao cidadão, pois qualquer ato praticado, pode trazer grandes dores de cabeça para a pessoa que ignora se o que ele fez é um crime e vai ser punido.

Diariamente se vê na mídia, pessoas sendo presas ou processadas por que praticaram um ato que ele julgava não ser importante ou prejudicial e termina passando por uma grande amargura. A vida se tornou um perigo e uma ameça de morte a qualquer instante.

Em nome dos direitos humanos, se cria leis das mais variadas e inimagináveis interpretações. São tantas as leis, que são ignoradas pelo cidadão comum em quase sua totalidade e isso, pode lhe levar ao calvário, se ele cometer um pequeno deslize e não saber que aquilo é um crime grave.

As pessoas não se entendem e errado é o outro

A politica , tem o dom de jogar as pessoas umas contra as outras, pois todas tem uma opinião e preferencia. Cada cabeça é um mundo, e a ai, se forma uma babel, com infinitas opiniões e cada uma querendo se sobressair obre as outras ou liderar.

Hoje no Brasil está difícil, se conscientizar as pessoas de que o pais vem em primeiro lugar, para que com um estado forte, fique mais fácil, beneficiar a todos.

Mais está difícil ver isso acontecendo, pois a democracia é a luta de correntes e de ideias e, para se chegar a um denominador comum é impossível ou quase isso.